” Se, pois, o Filho vos libertar, verdadeiramente, sereis livres.” (João 8:36, RC95)

1852

Certa vez um homem estava tentando achar o caminho de casa. O seu instável e cambaleante modo de andar denunciava que estava embriagado. Embora morasse no lugarejo há mais de trinta anos, simplesmente não conseguia encontrar o caminho de casa. Dizendo palavrões, finalmente perguntou a um transeunte: – Perdi o caminho de casa. Para onde estou indo?

A pessoa a quem se dirigira era um cristão que o conhecia. Respondeu-lhe com toda sinceridade: – O senhor está a caminho do inferno. O pobre homem arregalou os olhos para ele confuso e espantado e então sussurrou: – Você está certo!
– Venha comigo! – continuou o cristão – e eu levarei você para casa. E assim fez.
O pobre bêbado, por mais que tentasse, não podia esquecer a resposta do cristão: O senhor está a caminho do inferno. Pensou: isso é verdade. Estou indo para o inferno. Deus ajude-me e salve-me! A expressão a caminho do inferno tornou-se o meio de sua conversão.
Fé no Senhor Jesus Cristo traz a verdadeira liberdade ao homem. Pela fé, é liberto da servidão do pecado. Que lastimável situação é essa em que nossa terra está cheia de pessoas que são escravas do pecado e permanecem assim porque não querem tomar posse da salvação que lhes é oferecida!
Não é preciso ser um alcoólatra para estar perdido. Indiferença para com Deus e descaso para com a questão de onde passar a eternidade soa suficientes para pôr o indivíduo nessa condição. A Bíblia fala do governador romano Félix, que, ao ser lembrado por Paulo de alguns momentos tenebrosos de sua vida, disse amedrontado: “Por agora, vai-te, e, em tendo oportunidade, te chamarei;” (Atos 24:25, RC95).Ele protelou a oportunidade de salvação – e provavelmente nunca teve outra!

Pastor Edvaldo José Gonzaga de Melo
Pastor Presidente

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.