” Mas vós, amados, edificando-vos a vós mesmos sobre a vossa santíssima fé, orando no Espírito Santo, conservai a vós mesmos na caridade de Deus, esperando a misericórdia de nosso Senhor Jesus Cristo, para a vida eterna.” (Judas 20-21, RC95)

É necessário chegar ao penúltimo livro da Bíblia par aprender o que Deus tinha revelado na ocasião do dilúvio. A profecia de Enoque descrevia como o Senhor retorna com os seus santos para executar o juízo sobre os ímpios. Todos os pecadores darão contas de todas as suas obras e de todas as suas palavras de provocação, também não serão esquecidos as suas murmurações.

Porque os tais são murmuradores e descontentes. Isto só vem provar que a impiedade e a satisfação de nossas ímpias paixões não nos fazem felizes! Vigiemos nós também para não ser ingratos nem insatisfeitos com o que o Senhor nos tem dado. “Vós, porém, amados…”. Mesmo em meio das situações mais malignas sempre existe uma linha de conduta para o fiel seguir: a mútua edificação, a oração, o esperar no Senhor e o cuidado com os irmãos. O Espírito Santo, Deus, o Pai, e o nosso Senhor Jesus Cristo são mencionados juntos para nos assegurar que, do lado divino, temos tudo de que precisamos. Se tropeçarmos, será por nossa própria culpa. Embora sejamos “guardados em Jesus Cristo”, devemos nos guardar no usufruto do doce amor de Deus. Sim, que possamos experimentar desde já essa exultação e render adoração e louvor a Deus, nosso Salvador.

Pastor Edvaldo José Gonzaga de Melo
Pastor Presidente

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.